top of page

René Roussillon - "O lugar do corpo nas patologias narcísicas"



Um dos tripés da psicanálise é a formação do analista, de modo que, continuamente, nos engajamos no aprofundamento e reciclagem de nossos estudos. Com este intuito assistimos, no dia 8/10, a conferência "O lugar do corpo nas patologias narcísicas", ministrada pelo psicanalista francês René Roussillon e organizada pelo Departamento de Psicanálise do Instituto Sedes Sapientiae. Roussillon é um pensador ativo e criativo sobre os primórdios do psiquismo, ou seja, sobre as marcas deixadas no bebê por um outro (porque sempre há um outro) e que vão influenciar todo o processo de amadurecimento deste sujeito em formação. Sua fala partiu do fundamento freudiano sobre o corpo simbólico, que conta histórias, passando por autores como Winnicott até trazer sua própria contribuição para o estudo da psicanálise. Com comentários críticos ao texto Luto e Melancolia, de Freud, Roussillon ressaltou que o processo de luto é um permanente "descolar-se do objeto perdido" e, neste trabalho de descolamento, que é o trabalho do luto, quanto mais satisfatório tiver sido este primeiro encontro do bebê e seus cuidadores, mais condições terá o sujeito de fazer seus lutos.


Por Carla Belintani e Paula Mandel


 

Siga A Casa Frida nas redes sociais.






Perdeu alguma de nossas rodas de conversa? Assista as gravações em nosso canal no YouTube.




 




Bình luận


bottom of page