top of page

Travessias - Em defesa da Psicanálise - 24/08/23 - referências do encontro



"eu quero a palavra

como o lavrador que a terra lavra

plantando uma semente, um fonema, um futuro"


Christian Coelho


Um encontro com um tema provocador mas que circulou de maneira calma e tranquila na nossa conversa. Começamos falando sobre ciência no singular, abrimos para a pluralidade das ciências e finalizamos o encontro com a leitura de poesias. Nos posicionamos frente aos questionamentos em torno da psicanálise, um debate que persiste e insiste e que convoca os psicanalistas a se manifestar.

Demos voz à potência da palavra que faz marca, "que lavra e planta uma semente" na singularidade de cada sujeito. Saímos com mais perguntas do que respostas, o que é próprio do movimento da análise, que assim como a Gradiva, são as perguntas que nos fazem caminhar.

Agradecemos a todos os participantes por trocas tão agregadoras.


Referências citadas:


Freud, 1913 - O interesse da psicanálise

Documentário "Encontro com Lacan" disponível no youtube:


Elisabeth Roudinesco, 1999 - Por que a psicanálise?


Indicações por Mário Santiago, integrante do grupo de estudos da biografia “Freud, uma vida para nosso tempo”, editor da editora atafona e grande parceiro do nosso projeto.


"Um pouco sobre a angústia e as dores da Dora Maar, sobre quem rapidamente comentei. Ainda devo enviar o belíssimo ensaio sobre a fotógrafa e a sua relação com Picasso e Lacan, da autoria do Alberto Manguel (no livro "Lendo imagens")"


"Uma breve aproximação ao belo ensaio do Manguel, que continuo buscando em formato digital."


Livro Palavrador de Christian Coelho, disponível em: https://www.editoraatafona.net/palavrador

1 comentario


Muito obrigado! As pessoas que fazem esta Atafona girar agradecem o apoio aos nossos projetos.

Me gusta
bottom of page